SELECIONE UM
LOCAL

Shire Global

Doença de Fabry

Doença de Fabry A doença de Fabry é causada pela deficiência ou ausência de uma enzima, a alfa-galactosidade A, responsável pela degradação de certos lipídeos (gorduras) no corpo1. As substâncias que não são degradadas, devido à falta desta enzima, se acumulam no organismo do paciente e causam diversos sinais e sintomas. Caso o paciente permaneça sem tratamento, órgãos vitais como rim, coração e cérebro começam a apresentar problemas, com consequências geralmente graves e, em alguns casos, fatais2.

Por ser uma doença que atinge inúmeros órgãos, o diagnóstico é complexo, pois exige um criterioso exame do paciente. Um dos fatores que atrasa o diagnóstico correto é o fato de que os pacientes podem apresentar uma série de sinais e sintomas de graus variáveis, tais como dor intensa e queimação principalmente nas mãos e nos pés, intolerância ao calor, manchas avermelhadas na pele, queixas gastrintestinais, perda auditiva, alterações oculares, cardiovasculares e insuficiência renal3.

O tratamento da doença de Fabry é baseado no tratamento dos sinais e sintomas e na reposição da enzima alfa-galactosidase A, modalidade denominada Terapia de Reposição Enzimática (TRE) 4.

Referências

  1. Barbey et al. Curr Med Chem Cardiovasc Hematol Agents 2004;2:277–86.
  2. Mehta et al. Eur J Clin Invest 2004;34:236–42.
  3. Desnick et al. Ann Intern Med 2003;138:338–46.
  4. Peters et al. Postgrad Med J 1997;73:710–12.

Notificação de Uso de Cookie

Este site utiliza cookies para lhe fornecer um serviço mais ágil e personalizado. Ao navegar neste site, você concorda com o uso de cookies. Por favor, leia a nossa notificação de cookie para obter mais informações e saber como excluir ou bloquear o uso de cookies. LEIA MAIS